quarta-feira, 15 de março de 2017

Canal de TV revela declaração de impostos de Trump de 2005

A rede de televisão americana MSNBC divulgou na terça-feira a declaração de de impostos de 2005 do presidente Donald Trump, que continua se recusando a revelar o valor de sua renda.
Resultado de imagem para trump caricaturaO bilionário pagou 36,5 milhões de dólares em impostos federais sobre um lucro de 152,7 milhões, de acordo com a declaração divulgada na MSNBC pela apresentadora Rachel Maddow, que havia antecipado a divulgação do documento no Twitter.
A declaração, aparentemente, foi descoberta pelo jornalista independente David Cay Johnston, que não revela sua fonte.
De acordo com a declaração, Trump e a esposa Melania pagaram 5,3 milhões de impostos federais e mais de 31 milhões de imposto mínimo alternativo, estabelecido para evitar que os contribuintes se aproveitem das brechas fiscais para não pagar impostos.
O valor total corresponde a uma taxa efetiva de 24%.
Em comparação, Hillary e Bill Clinton, que são milionários, pagaram 30,8% de imposto federal em 2005. Os Clinton publicam desde 1977 suas declarações de impostos.
Poucos minutos antes, um funcionário da Casa Branca informou, sob a condição de anonimato, que Trump pagou 38 milhões de dólares em impostos em 2005.
"É preciso estar realmente desesperado pela audiência para querer infringir a lei com o objetivo de vender um tema com duas páginas de declarações fiscais de mais de uma década atrás", disse a fonte.
"Trump pagou 38 milhões de dólares, depois de levar em consideração uma forte depreciação de edifícios, sobre um lucro de mais de 150 milhões de dólares", indicou.
"É completamente ilegal roubar e publicar declarações de impostos. A imprensa desonesta pode manter este tipo de coisa em sua agenda, mas o presidente se concentrará na sua, que inclui uma reforma fiscal que beneficiará todos os americanos", declarou o funcionário, em uma tentativa de impedir o "furo" de Maddow.
- Sigilo -
O filho mais velho do presidente, Donald Trump Jr., ironizou a revelação ao recordar que alguns críticos de seu pai o acusaram de não pagar nenhum imposto.
"Notícia de último momento: há 12 anos, Donald Trump ganhou muito dinheiro e pagou muitos impostos. #escândalo", escreveu no Twitter.
Trump sempre resistiu em revelar suas declarações de renda, contrariando uma tradição entre os políticos que concorrem à presidência dos Estados Unidos.
Desde a campanha eleitoral de 2016, a imprensa dos EUA tem investigado com o objetivo de determinar as fontes de renda de Trump e possíveis conflitos de interesses.
Sua rival na disputa eleitoral, a democrata Hillary Clinton, o acusou durante a campanha de sempre ter tentado evitar o pagamento de impostos.
Em outubro, o jornal The New York Times informou - com base em documentos a que teve acesso - que Trump lutava para evitar a falência nos anos 1990 e realizou manobras fiscais para não reportar centenas de milhões de dólares como renda tributável.
A reportagem informava que o Congresso proibiu depois uma das táticas usadas por Trump e que potencialmente lhe permitiram evitar o pagamento de dezenas de milhões de dólares em impostos.
Trump declarou perdas de 916 milhões de dólares em 1995, de acordo com documentos obtidos pelo jornal.
A porta-voz de Trump, Hope Hicks, afirmou na ocasião que o New York Times não entendeu ou interpretou de modo equivocado a lei de impostos.