sábado, 30 de abril de 2016

Atentado com carro-bomba deixa mortos em Bagdá

A explosão de uma bomba em uma estrada utilizada por peregrinos xiitas pertos de Bagdá, no Iraque, deixou pelo menos 14 pessoas mortas neste sábado (30) além de dezenas de feridos. Na região, na periferia leste da capital iraquiana, comerciantes vendem cordeiros e cabras por atacado.

O balanço de vítimas ainda não é oficial. De acordo com a Agência France Presse, 14 morreram e 25 ficaram feridos. Já agência Efe menciona 24 mortos e 25 feridos.  

A bomba explodiu em uma estrada da zona de Nahrawan pela qual passam peregrinos xiitas para irem ao túmulo de Musa al Kazim, o sétimo dos doze imãs do xiismo morto envenenado na prisão no ano de 799 por ordem do califa abásida Harun al Rachid.

Até o momento, nenhuma organização reivindicou a autoria do ataque. No entanto, o Estado Islâmico (EI) e a al-Qaeda já assumiram a responsabilidade por várias ações terroristas desse tipo no país e são os principais suspeitos deste atentado, segundo a Efe.

Na última segunda-feira (25), seis pessoas morreram e 30 ficaram feridas pela explosão de um carro-bomba em um mercado popular no bairro Al Jadidah, no sudeste de Bagdá.