terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Antes de deixar a presidência do Senado, Renan autoriza licitação para compra de novo enxoval de cozinha

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), comenta a denúncia da Transpetro (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)Na reta final antes de deixar a presidência do Senado, o ex-presidente e atual líder do PMDB, Renan Calheiros (PMDB-AL), autorizou a realização de edital para contratação de pesquisas de opinião e agora, foi publicado outro edital de 2016, com licitação prevista para o dia 16 de fevereiro próximo, para contratação de empresas que fará renovação do enxoval de cozinha das unidades administrativas e legislativas da Casa.
Com valor de R$72.173 mil serão adquiridos 390 pratos, 4.130 xícaras de café e 1.170 xícaras de chá, de “porcelana fina”, além de milhares de talheres finos, dezenas de bules, leiteiras , latas para mantimentos, bandejas inox, porta-copos, garrafas térmicas e guardanapos. A compra prevê ainda 1.210 flanelas de limpeza.
Na especificação técnica, o edital diz que as empresas concorrentes devem apresentar provas da durabilidade e qualidade dos produtos. Os pratos devem ser no formato octogonal, “confeccionado em porcelana fina, cor branca esmaltado e resistente a forno micro-ondas, esmaltação sem falhas, bolhas ou riscos (rachaduras). Não deve apresentar deformações geométricas; logotipo e nome do fabricante estampado no fundo do prato.
A borda do prato deverá ser contornada com um friso dourado com espessura de 3 milímetros e ter um logotipo do Senado Federal com comprimento 23 milímetros e largura de 19 mm estampado. O logotipo do Senado deverá ser dourado na mesma cor do friso. As outras peças de porcelana — xícaras, pires — seguem o mesmo padrão. Já o talheres devem ser em inox.